O Chamado

Por Jesse Wolf Hardin, do Grey CouncilEscolhido de Deus

Você é chamado... Não tenha nenhuma dúvida quanto a isso! Chamado pela Terra e pelo Espírito a viver uma vida mais intensa e mágica. Chamado a pagar qualquer preço - e receber qualquer recompensa - na busca pela Verdade e Aventura.  Chamado a alçar seus seis sentidos e desenvolver todas as qualidades possíveis - tudo a serviço de um propósito profundo e determinado.

É um irresistível chamado das sereias, que ecoa das cavernas de seu antigo passado tribal, bem como dos redutos ainda não vistos do futuro. Ele toca o coração, causa um formigamento na pele e agita os pés para dançar. Ele o leva a saltar sobre os muros da convenção e do hábito, a escapar para o mundo de seus sonhos e a realizar sua missão mais heróica. Às vezes, é apenas um suave estímulo, como se uma fada com asas de seda gentilmente sussurrase em seu ouvido. Outras vezes, o chamado é um rugido tão alto, que você fica surpreso com o fato de as outras pessoas não o ouvirem.

É possível que você tenha se sentido um pouco diferente dos outros desde a infância. Provavelmente, vivenciou coisas com mais intensidade que as outras crianças, chorando por mais tempo, rindo mais alto - amando, brincando e tentando com mais força. Ser "normal" jamais pareceu ser o seu objetivo. Diferente dos amigos e colegas de escola, que decidiriam ficar entorpecidos para se ajustar, você preferiu sua própria solidão especial ao embotado mundo do mundano. você jamais deixou de acreditar em milagres e mágica, mesmo quando se tornou um especialista em expor ilusões e mentiras. Não importa de onde você venha, seu "lar" é o estado de Admiração.

(...)

Ser chamado é ser destinado - destinado a cumprir um propósito essencial e significativo; destinado a empregar seu poder e práticas a serviço de uma causa crucial. Mas diferentemente da "Sorte", o Destino requer sua participação consciente e voluntária. Contudo, cada dia representa uma outra chance de se esconder e ficar inativo; de negar seu chamado sagrado ou evitar as responsabilidades de sua missão. E, do mesmo modo, cada momento é decisivo - outra oportunidade de fazer a magia acontecer, de espalhar amor e realizar coisas boas... de cumprir nosso destino e viver plenamente nossa crença mágica.

A Luz e as Sombras

Os Caminhos

e4

O Caminho da Luz é o Caminho dos humanos e o Caminho das Sombras é Caminho dos Deuses.

O Caminho da Luz é limitado no tempo e no espaço, no entanto O Caminho das Sombras é eterno e infinito como a própria Vida.

O Caminho da Luz é auto-criado, no entanto O Caminho das Sombras existe desde sempre por sempre, Âmen.

O Caminho da Luz está em permanente evolução, mas o Caminho das Sombras não precisa evoluir pois é perfeito em si mesmo, já que o Ser que o trilha é plenamente livre em todos os planos da Criação.

O Deuses vivem no interior dos humanos ocultando-se da Luz, pois ela é a prisão e o castigo de todos os tempos.

Tempos que não precisariam existir se não fosse pelos luminosos raios que insistem em dominar as Sombras.

Dominar, subjugar, destruir; a Luz é mente e o que a mente não entende o destrói, e o faz antes que enfrentar seu temor ao desconhecido, temor ao que não se pode Nomear, ao Incognoscível: o Criador que habita nas Sombras de cada Ser que povoa este planeta.

Mais além de tudo isto encontra-se a Verdade -Una e indestrutível- que de longe observa os seres e a Luz, suas Luzes e as Sombras.

Mais além de tudo isto encontra-se a mentira, que esconde a Verdade em si mesma em uma vã tentativa por dominá-la.

Mas que seria dos humanos sem a Verdade e a mentira?

Que seria dos Seres sem a Aurora que apresenta-se todos os dias anunciando uma nova etapa de tempo para o eterno recomeço e morte, de Vida e separação, de noite e de dia?

Que seria deles se somente existissem as Sombras? Como interpretariam um mundo sem Luz?

Por isso, a Luz, a mente, ainda é necessária, mas chegará o momento no qual as Sombras reinarão absolutas novamente sobre os cadáveres dos maus pensamentos que logicamente espalham-se sem que nada os possa conter.

Não devemos confundir Luz e Sombras com o bem e o mal; a Luz é a mente, o externo, e as Sombras são o interno, a conexão total e irrestrita com o Universo Infinito; é o Ser totalmente alinhado, identificado e permeado pelo Um, pelo Todo, por tudo e por todos.

Mas faltava, faltava a expressão do Amor, e assim surgiu a Luz, a expensas da pureza, tornando-se as Asas do Amor.

O vôo da Luz encheu de tempos, espaços e esquecimentos o Universo, e os Seres aferraram-se a ela esquecendo o motivo real de sua existência.

Esse é o drama que se desenvolve hoje entre os seres humanos: o esquecimento; esquecimento que tornou-se des-Amor, fora do Amor, fora da realidade real, passando a habitar entre a ilusão de que tudo é Luz, e que somente a Luz é boa pois nela habita o Amor.

Que enganados estão! Que ilusão tão grande!

E assim vão os seres, procurando o Amor na Luz, procurando entendé-lo através dela.

Mas assim como nunca entenderemos um pássaro através de suas asas, da mesma forma, jamais entenderemos o Amor através da Luz, através da mente, através dos pensamentos.

O Amor surge, ainda que não se entenda como nem porque; assim foi, assim é e assim sempre será.

Somente podem entender e perceber, viver e desfrutar o Amor nas Sombras, por ela, nela e através delas, pois elas são Amor puro, sendo que a única forma de viver a experiencia que o Amor proporciona é através de suas verdadeiras asas: a Paixão!

Paixão por tudo, pelo Todo, por todos, pela Vida!

Por Debora Rocco

Imagem: google

A Deusa Mãe

“A espera termina…Quando eu me coloco a caminho”

 

Esperamos um novo dia, uma nova casa, um novo namorado/a, dinheiro, um novo trabalho, que a situação melhore, e “n” coisas para poder se feliz, para se curar, para estar bem, para…

Enquanto isso não vivemos, porque estamos…a espera de algo!

Algo que nunca vai chegar a não ser que comecemos a caminhar em direção a essas coisas.

Ter ou alcançar o que desejamos só depende de nós; sei que é uma frase “trilhada”, mas é isso mesmo, e quando o compreendemos realmente, lá em nosso interior, percebemos que podemos ser felizes no agora, e podemos encarar o futuro próximo como um caminho aberto a todas as possibilidades que possamos imaginar.

Caminhar, no sentido literal e metafórico é algo muito divertido se sabemos para onde vamos e se gostamos do lugar a onde queremos chegar.

Nossas metas e desejos são o lugar mais encantado que podemos visitar, um lugar onde podemos tirar ferias da espera para ser felizes.

Mas essas ferias podem se tornar permanentes se as assumirmos como nosso passatempo diário de caminhar em direção a nossa felicidade; e para isso só precisamos dar pequenos passos a cada dia, um depois do outro, saboreando cada instante e agradecendo à Deusa porque nos deu pés, 2 pares, os nossos físicos e outro par alado para “voar” em direção ao nosso verdadeiro destino: a felicidade!

A Deusa me olha desde os desenhos das páginas do meu caderno e sorri, como uma mãe quando olha para sua criança e a vê dar os primeiros passos.

Assim como a mãe-mulher, Ela, a Mãe-Deusa, sabe que são so primeiros e que por isso são inseguros, mas também sabe que cresceremos e que os seguintes serão cada mais firmes e seguros.

Assim como a mãe-mulher coloca longe as coisas que a sua criança deseja, para que ela caminhe movida pela vontade de alcançá-las, assim a Mãe-Deusa as vezes coloca longe de nós aquilo que desejamos, para que possamos desenvolver a firmeza e a segurança que vamos precisar mais adiante para alcançar outras coisas mais importantes.

E é sempre assim, damos alguns passos e alcançamos o que desejamos, e temos de nos colocar a caminho outra vez para alcançar mais, para ir além do horizonte.

E a cada meta alcançada, a cada objetivo realizado, nos sentimos mais confiantes, firmes e seguros de nossas capacidades.

Assim como a mãe-mulher fica em volta da sua criança para recebê-la em seus braços se ela se cair, para que não se machuque, assim a Mãe-Deusa fica ao nosso redor para nos apoiar e segurar até que alcancemos o que desejamos.

Então, nos momentos em que estamos caminhando em direção aos nossos objetivos é quando a Deusa-Mãe está mais próxima de nós, cuidando para que cheguemos a ele em segurança.

Por isso, não tenha medo de caminhar, de dar seus primeiros, segundos e “n” passos em direção aos seus objetivos porque você tem a melhor guardiã que qualquer ser pode almejar: A Deusa-Mãe!

By Magia Bruxa / Debora Rocco

 

O PASSADO, O PRESENTE E O FUTURO

 

Por Debora Rocco (Magia Bruxa)

Folhas, Flores e Frutos de um Novo Amanhecer

Um amanhecer que já vai longe em seus passos mas que demora em aparecer, em se fazer visível; a Noite Escura estende suas garras em uma inútil tentativa por aprisionar o novo dia.

Os tempos encerram-se em si mesmos, menos o presente, pois ele pode tomar outras direções, pode romper com o passado e determinar outro futuro mais ameno para quem se atreve a fazê-lo.

 

O presente se move na vertical, nos proporcionando a possibilidade de “n” escolhas: entre o micro e o macro cosmos, entre o Universo e nós, entre a OsTempos_zps8d177679Luz e as Sombras… Entre voar a um novo destino ou se afundar no que não pode ser.

Só no presente somos livres, e nessa liberdade radica nossa vida, mas é de grande responsabilidade o fato de ser livre, porque isso nos torna o que queremos Ser a partir de nós mesmos e não do que nos foi imposto pelo passado.

O passado é uma grande teia de aranha e não é fácil se soltar dela, pois nosso eu passado cria nosso eu presente e o ata na teia em uma tentativa de proteção e segurança; isso gera um vazio no futuro e deixamos de viver por medo e insegurança.

Melhor viver presos na teia do passado que se arriscar e se machucar (pensamos).

 

Essa teia é feita pelas nossas crenças, pelos nossos temores, pelos nossos medos. Medo de mudar, medo de caminhar, medo de se mostrar, medo de ser criticado, medo de não ser aceito.

Medo de não cumprir com as expectativas dos outros, medo de teia1_zpsc6281978ser originais, medo de não ser como os outros, medo de não pertencer a uma “tribo”, medo, medo, medo…

Medo da separação e da morte, mas ironicamente é tudo isso o que nos mantêm afastados de tudo e de todos; é esse emaranhado de medos que nos mantêm presos no passado, nos impedindo de viver o presente, destruindo assim nosso futuro.

- Como se livrar da teia?

-Como romper com ela?

amanecer2_zps2b25ad26

Fazendo, atuando, se mostrando, aparecendo, ressurgindo… Renascendo!

Não se pode mudar o passado no passado, mas sim se pode mudá-lo no presente, com vontade, com a nossa vontade para o nosso Caminho.

-Antes era assim, mas agora no presente podemos fazer diferente, diferente do que era para ser e não queremos ou não nos serve.

A grandes problemas, grandes soluções, uma reviravolta se faz necessária para romper com o passado e plantar um futuro desejado.

Cada um deve honrar seus ancestrais, mas isso não significa viver como eles, porque a Vida precisa seguir seu curso segundo a Lei de Renovação.

Sempre procuramos a segurança e o conforto; sair da teia, romper com ela significa romper com essas duas coisas, com esse estado do ser.

É seguro viver no medo, atado ao passado, é confortável não se mexer, é seguro evitar ser julgados pelos nossos atos, para isso só precisamos da imobilidade que a teia nos proporciona.

 

Mas essa imobilidade nos leva à cristalização eamanecer3_zpscb5141e4 primeiro morremos interiormente pela não-vida que escolhemos, depois a morte nos alcança e nos leva em seus braços para o seio da Mãe Terra, para que possamos nos reconstruir e tentar uma vez mais criar uma espiral de vida real, um caminho reto e sem final, um caminho rumo à imortalidade do corpo e da Alma, mas não do espírito porque ele é a pequena aranha que tece a teia, era após era prendendo nosso presente, se alimentando de nossa energia mais densa: o medo!

Porque ele tem medo, medo de deixar de existir, de deixar de ser.

Ele é nosso espelho e o medo é reflexo do medo dele, então é preciso se livrar das ataduras do passado, é preciso deixar de ser o reflexo das experiências anteriores para poder criar um novo caminho de evolução.

Imagens: Rodrigo_SoldonM. Martin VicenteHerbolario AlliumJKroz

AFASTE-SE

De fato estamos cercados de pessoas tóxicas.
Pessoas que são egocêntricas, manipuladoras, interesseiras, arrogantes, rancorosas, amarguradas, mal amadas, invejosas ou fracassadas, que não conseguem ver o sucesso ou a felicidade alheia. Enfim, pessoas sombrias que minam os relacionamentos e amizades com intrigas, críticas excessivas, falta de consideração e respeito pelo outro e abusos verbais ou físicos. Pessoas muito perigosas de se conviver.vamp
Essas pessoas tóxicas acabam, de alguma forma, nos envenenando. Direta ou indiretamente, acabamos agindo por influência delas, seja com atitudes ou omissões. Muitas vezes acabamos agindo por impulso para evitar essas pessoas, ou, na pior das hipóteses, acabamos agindo da mesma forma. São pessoas nocivas, intoxicando nosso comportamento e nos levando a agir e a tomar decisões que, em outras circunstâncias poderiam ser completamente diferentes.
São "tóxicas", porque conseguem despertar o que há de pior dentro de nós, não apenas no sentido de maldade ou crueldade, mas no sentido de perdermos a identidade, a autonomia, a energia, a iniciativa e o poder de decisão. Ficamos estagnados, hipnotizados, paralizados. São verdadeiros vampiros, sem Luz própria, que consomem nossa energia vital, que exploram e manipulam pessoas de acordo com os seus interesses e vivem às custas da energia dos outros para se sustentarem.
Tóxicas são aquelas pessoas que sabem tudo a respeito da vida das outras pessoas, mas não conseguem administrar a própria vida. Sabem dar conselhos como ninguém (há até terapeutas nessa categoria!) tem um discurso lindíssimo para o mundo lá fora, mas que, na vida pessoal, nos bastidores, na vida íntima, são pessoas frustradas, isoladas, verdadeiras ilhas no meio da sociedade, que não tomam para si os próprios conselhos.
Sabem olhar de fora, apontar defeitos, problemas, erros. Mas não sabem participar, não conseguem enxergar os próprios problemas ou defeitos. Apontam os erros alheios para, de certa forma, esconder os seus próprios. São os "sabe-tudo" e só a sua forma de pensar é que está certa. Não suportam ser contrariados e confrontados. Quando o são, perseguem a pessoa até "livrarem-se" dela ou então se vingam. Seu Ego é Superlativo para compensar a sua extrema falta de Amor-Próprio. Usam as pessoas conforme seus interesses e, quando estas discordam de suas idéias, são descartadas e eliminadas, sem a menor consideração.
A "toxicidade" reside exatamente no fato de não nos darmos conta de que estamos sendo manipulados ou influenciados. Ficamos hipnotizados, fascinados, imersos numa imensa ilusão, até o dia em que despertamos e tomamos consciência de que estamos muito mal, morrendo por dentro, e que algo urgente necessita ser feito. Um corte para a nossa libertação, para resgatar a nossa sanidade, saúde, alegria de viver.
Em nossa busca pela felicidade, por tudo aquilo que nos traz bem-estar e alegria, o grande segredo é não se deixar influenciar, se afastar e evitar a convivência com esses tipos. Isso não significa alimentar sentimentos negativos dentro de si com relação a eles, mas de preferência visualizá-los felizes e agradecidos em sua vida, emanando energias e vibrações positivas.
Reflita, você convive intimamente com alguma pessoa tóxica, seja na família, no trabalho, ou nas "amizades"?
Tenha cuidado, afaste-se, fique longe o quanto antes dessas pessoas...
Cuide-se, preserve-se, seja você mesmo, seja pleno e feliz..
E acima de tudo SEMPRE perdoe essas pessoas,
muitas vezes, elas não tem consciência de seus proprios malefícios.
Namastê!

By Lua Nua

O Gozo das Feiticeiras

Márcia Frazão

 

Às vezes percebemos o enorme vazio em que se transformou a nossa vida e, como loucas, saímos à cata de algum guru ou de alguma ideologia.

Não conseguimos as respostas para aquilo que 800a8procuramos, pois mais uma vez transformamos a busca em uma tarefa a mais deste louco quartel.

Não compreendemos que as respostas estão dentro de nossos corações e nos recusamos a ouvi-las ...
Lembro que, quando esboçava meus primeiros passos na feitiçaria, quando ainda não conseguia ouvir plenamente a minha voz interna, um dia, numa daquelas reuniões que minha avó estabelecia com suas amigas, recebi o seguinte conselho de Benedita, uma bruxa muito séria, que quase nunca falava comigo...

O conselho se resumia a uma série de atitudes que deveria tomar todos os dias. Passo agora para vocês o que me foi ensinado, esperando que lhes ajude da mesma forma que me ajudou:


1- Ao acordar, antes de fazer qualquer coisa, dirija-se à janela e olhe o dia. Perceba o tempo que faz e observe somente o céu.
2- Ao tomar o café da manhã, procure sentir ao máximo o sabor do alimento e converse com os outros à mesa sobre o que está sentindo.
3- Ao sair de casa, observe atentamente o caminho, parando se alguma coisa lhe chamar atenção.
4- Cumprimente gentilmente as pessoas que encontrar, mesmo as que você não conhece. 5- Ao encontrar algum amigo, converse com ele sobre as coisas que vivenciou até encontrá-lo e lhe diga o quanto está feliz por vê-lo.
6- Dê atenção a cada animal que encontrar, desde o mais ínfimo caramujo até o mais soberbo cachorro.
7- Ao entardecer, pare tudo que estiver fazendo e observe o dia indo embora. Perceba as cores, os cheiros, os sons, o semblante das pessoas e o comportamento da Natureza.
8- Ao jantar, fale de seu dia com aqueles que desfrutam com você o alimento, e agradeça pela comida que agora come.
9- Antes de dormir, converse com a noite e peça-lhe que lhe mostre em sonho aquilo que você necessita ver. Agradeça aos deuses por mais um dia e durma com uma flor debaixo do travesseiro.
Realizando esses pequenos rituais, pelo menos três vezes por semana, com certeza você verá que sua vida tornar-se-á incrivelmente mais livre, e, sua sensibilidade muito mais desenvolvida.

Regresso


meditar[1]

Oi Caríssimos, voltei - após dois anos longe do carinho de vocês, estou de volta.

Criei este blog com a intenção de ajudar a outros, que, assim como eu, anseiam por algo que não conhecem, escutam o chamado, e mesmo sem saber como, precisam fazer algo a respeito…e também para ajudar aos que buscam uma palavra de carinho, ou mesmo uma singela ajuda espiritual para enfrentar seus problemas.

Com a Internet, tornou-se banal a busca por conhecimento em diversos sites e blogs, mas muitas vezes o conhecimento chega distorcido, capenga ou mesmo errado então é preciso muito cuidado ao tornar lei algo que vc encontra na rede.

Eu não compartilho nada em que não acredite…coleto os textos de fontes que considero seguras e verdadeiras e repasso a vocês com os créditos para que tenham a liberdade de procurar e saber mais sobre o autor.

Por hora, é isso…espero que gostem…após dois anos afastada de vcs, temos muito que compartilhar….

Um grande abraço bem carinhoso em todos.



Criei este blog com a intenção de ajudar a outros, que, assim como eu, anseiam por algo que não conhecem, escutam o chamado, e mesmo sem saber como, precisam fazer algo a respeito…e também para ajudar aos que buscam uma palavra de carinho, ou mesmo uma singela ajuda espiritual para enfrentar seus problemas.

Tenho o objetivo de compartilhar com meus amigos e leitores os meus estudos,pesquisas e o que leio sobre assuntos relacionados a Grande Arte.

Eu não compartilho nada em que não acredite…coleto os textos de fontes que considero seguras e verdadeiras e repasso a vocês com os créditos para que tenham a liberdade de procurar e saber mais sobre o autor. Procuro sempre colocar os créditos abaixo das postagens, se acaso esquecer alguma, por favor, avisem-me que colocarei imediatamente.

Espero que possamos caminhar juntos,rumo à Luz e a Sabedoria!Grandes bênçãos a você, amigo visitante!

Boa Viagem!


DEIXA RECADOOOOOOOO

"O aprendiz que você é hoje antevê o mestre que você vai ser. Conhecimento só é poder quando passado para frente. A sabedoria é poder para O OUTRO. Se você é um aprendiz, mas se recusa a ser um mestre, seu aprendizado foi estéril, inútil e provavelmente irreal. Quem aprende DE VERDADE passa o conhecimento para frente."