O Gozo das Feiticeiras

Márcia Frazão

 

Às vezes percebemos o enorme vazio em que se transformou a nossa vida e, como loucas, saímos à cata de algum guru ou de alguma ideologia.

Não conseguimos as respostas para aquilo que 800a8procuramos, pois mais uma vez transformamos a busca em uma tarefa a mais deste louco quartel.

Não compreendemos que as respostas estão dentro de nossos corações e nos recusamos a ouvi-las ...
Lembro que, quando esboçava meus primeiros passos na feitiçaria, quando ainda não conseguia ouvir plenamente a minha voz interna, um dia, numa daquelas reuniões que minha avó estabelecia com suas amigas, recebi o seguinte conselho de Benedita, uma bruxa muito séria, que quase nunca falava comigo...

O conselho se resumia a uma série de atitudes que deveria tomar todos os dias. Passo agora para vocês o que me foi ensinado, esperando que lhes ajude da mesma forma que me ajudou:


1- Ao acordar, antes de fazer qualquer coisa, dirija-se à janela e olhe o dia. Perceba o tempo que faz e observe somente o céu.
2- Ao tomar o café da manhã, procure sentir ao máximo o sabor do alimento e converse com os outros à mesa sobre o que está sentindo.
3- Ao sair de casa, observe atentamente o caminho, parando se alguma coisa lhe chamar atenção.
4- Cumprimente gentilmente as pessoas que encontrar, mesmo as que você não conhece. 5- Ao encontrar algum amigo, converse com ele sobre as coisas que vivenciou até encontrá-lo e lhe diga o quanto está feliz por vê-lo.
6- Dê atenção a cada animal que encontrar, desde o mais ínfimo caramujo até o mais soberbo cachorro.
7- Ao entardecer, pare tudo que estiver fazendo e observe o dia indo embora. Perceba as cores, os cheiros, os sons, o semblante das pessoas e o comportamento da Natureza.
8- Ao jantar, fale de seu dia com aqueles que desfrutam com você o alimento, e agradeça pela comida que agora come.
9- Antes de dormir, converse com a noite e peça-lhe que lhe mostre em sonho aquilo que você necessita ver. Agradeça aos deuses por mais um dia e durma com uma flor debaixo do travesseiro.
Realizando esses pequenos rituais, pelo menos três vezes por semana, com certeza você verá que sua vida tornar-se-á incrivelmente mais livre, e, sua sensibilidade muito mais desenvolvida.

4 comentários:

Anônimo 7 de junho de 2013 23:49  

Como decifrar se o que sentimos é real ou simples criação nossa? Poderia me ajudar?

Niash

Marcia Lima 13 de março de 2015 13:35  

Magicamante " Perfeito "

Francisco Grilo 7 de abril de 2015 20:59  

Nunca pensei na flor na almofada... belo artigo, sempre faço tais coisas, todos os dias, e agora lembro-me da imensa magia destes pequenos momentos...

Litha, 9 de abril de 2015 02:32  

que assim seja.

Postar um comentário


Criei este blog com a intenção de ajudar a outros, que, assim como eu, anseiam por algo que não conhecem, escutam o chamado, e mesmo sem saber como, precisam fazer algo a respeito…e também para ajudar aos que buscam uma palavra de carinho, ou mesmo uma singela ajuda espiritual para enfrentar seus problemas.

Tenho o objetivo de compartilhar com meus amigos e leitores os meus estudos,pesquisas e o que leio sobre assuntos relacionados a Grande Arte.

Eu não compartilho nada em que não acredite…coleto os textos de fontes que considero seguras e verdadeiras e repasso a vocês com os créditos para que tenham a liberdade de procurar e saber mais sobre o autor. Procuro sempre colocar os créditos abaixo das postagens, se acaso esquecer alguma, por favor, avisem-me que colocarei imediatamente.

Espero que possamos caminhar juntos,rumo à Luz e a Sabedoria!Grandes bênçãos a você, amigo visitante!

Boa Viagem!


DEIXA RECADOOOOOOOO

"O aprendiz que você é hoje antevê o mestre que você vai ser. Conhecimento só é poder quando passado para frente. A sabedoria é poder para O OUTRO. Se você é um aprendiz, mas se recusa a ser um mestre, seu aprendizado foi estéril, inútil e provavelmente irreal. Quem aprende DE VERDADE passa o conhecimento para frente."